30 Nov. 2022
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Comentário semanal do eurodeputado Carlos Zorrinho aos microfones da Rádio Campanário (c/ som)!

Revista de Imprensa Escrito por  22 Nov. 2022

 

A Revista de Imprensa desta terça-feira, dia 22 de Novembro, contámos com o comentário do Eurodeputado Carlos Zorrinho do Partido Socialista.

Os temas abordados foram: Medidas vão baixar pressão do IRS em todos os escalões e a votação do OE na especialidade, o congestionamento das urgências, acordo secreto sela paz enytre a Marinha e a GNR e, por último, a descentralização de competências para as CCDR.

Em relação ao primeiro tema, Carlos Zorrinho começa por dizer “ não espero nada diferente do que foi a votaºão na generalidade dado que há partidos que têm grande responsabilidade , nomeadamente o PSD, que anunciaram estar contra antes mesmo de conhecer as propostas, de conhecer as alterações.”

Para o nosso comentador, a baixa da pressão fiscal “é uma boa notícia” acrescentando nós temos um nível de fiscalidade que é necessário para termos para termos o nível de serviços que é proporcionado aos portugueses, mas há muita gente que tem rendimentos baixos e que paga de facto um IRS muito elevado.”

O Eurodeputado do PS realça igualmente, a este propósito “é preciso fazer algumas correções e tudo o que for feito nesse sentido é muito positivo.”

No que diz respeito ao segundo tema, o congestionamento nas urgências que volta a ser preocupante, Carlos Zorrinho adianta “é um problema muito complexo, mas eu acho que é agora pois temos um novo gestor do sistema nacional conteúdo.”

Para Carlos Zorrinho “ a chave, como todos sabemos, é que que as pessoas possam ter um atendimento de alta qualidade nos serviços de saúde nos centros de saúde, para impedir que, não confundam o que é de facto urgente e o que, sendo urgente, pode ser envolvido em outros pontos do sistema."

Para o Socialista é um problema que “não é fácil de resolver pois se fosse já estaria resolvido.”

Relativamente ao terceiro tema , o acordo secreto sela paz entre a Marinha e a GNR, o Eurodeputado do PS começa por referir “em primeiro lugar, se é secreto não devia ser divulgado” acrescentando “sendo divulgado por quem foi , dá-me ideia que faz parte de uma agenda que todos conhecemos.”

Ainda assim acrescenta “sei que a fragmentação sobre o domínio marítimo é uma coisa difícil e portanto deve haver um acordo e, sobretudo se puder haver uma integração, isso é bastante positivo.”

Mesmo por último, o Eurodeputado abordou ainda o tema da descentralização de competências para as CCDR e a este propósito disse “olho com alguma perplexidade ; por um lado descentralização é boa , há uma dimensão que é a municipalização que é boa por natureza; por outro lado, esta integração é o início de um processo sobre o qual temos que trabalhar muito pois pode ter alguns aspetos positivos mas tem também outros aspetos que me fazem alguma confusão e que têm que ser muito bem alinhados.”

Carlos Zorrinho conclui dexiando um apelo” faço este apelo enquanto Alentejano mas poderia fazê-lo enquanto Nortenho ou do centro “acho que nós devemos todos participar no processo, pois eu próprio tenho algumas dúvidas dos ganhos e das perdas deste processo.”

 

Veja também...

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30