03 Jul. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

“O AURORAL deve ser uma grande ferramenta para o que queremos para o Alentejo na transição digital” diz Vice-Presidente da CCDR Alentejo(c/som e fotos)

Entrevistas 13 maio 2022

 

Decorreu esta manhã, no Convento do Espinheiro, em Évora, a sessão de encerramento da segunda cimeira das “Regiões Europeias para Comunidades Inteligentes”.

Inseridos no programa desta cimeira, que se realizou durante esta semana na cidade alentejana, realizaram-se diversos fóruns, diálogos, workshops, laboratórios, momentos culturais e atividades destinadas a aprimorar o papel dos polos regionais e urbanos das Comunidades Inteligentes na realização da transformação digital.

A cimeira das “Regiões Europeias para Comunidades Inteligentes” foi organizada pelo projeto H2020-AURORAL liderado pela CCDR Alentejo.

A Rádio Campanário marcou presença na sessão de encerramento e falou com a Vice-Presidente da CCDR Alentejo, Carmen Carvalheira.

A Vice-Presidente da CCDR Alentejo, relativamente às redes digitais no Alentejo e ao caminho que ainda é necessário fazer, começou por nos referir “o projeto H2020-AURORAL só por si é um pilar para que isso aconteça” destacando que a realização desta cimeira foi determinante.

Carmen Carvalheira adianta-nos “o projeto começou já estávamos em fase de pandemia e a cimeira que agora decorreu fez a diferença porque, pela primeira vez, todos os parceiros que fazem parte do projeto, encontraram-se presencialmente.”

Esta foi também a primeira vez, refere a Vice-Presidente que o “o governo conseguiu marcar uma presença e um compromisso forte, com o projeto em si e com o que pode vir dele.” A responsável adianta ainda que o projeto não acabará pois desde o início que tem sido gerador de novas ideias, dando lugar a “futuros projetos, sendo a ligação do que pretendemos na estratégia do pró-digital e tudo aquilo que é digital, é transversal a todas as áreas-turismo, saúde, capacitação digital, mas envolvendo sempre as questões de sustentabilidade e economia de circularidade.”

Estre projeto, acrescenta Carmen Carvalheira. “é totalmente transversal aquilo que são os pilares da estratégia regional de especialização inteligente.”

Este projeto, distingue-se ainda pela capacidade que tem de juntar as várias entidades, a academia, as empresas, os autarcas e o governo, sendo esta uma das “missões e preocupações da CCDR Alentejo enquanto governo regional “sublinha Carmen Carvalheira.

A sessão de encerramento ficou marcada pelo “forte envolvimento da comunidade europeia” o que demonstra o quanto a união Europeia “está envolvida e que vai acompanhar o projeto.”

A Vice-Presidente da CCDR Alentejo sublinhou igualmente que este projeto “pode e deve ser uma grande ferramenta para aquilo que nós pretendemos que seja o Alentejo em termos de região pioneira em tudo o que for transição digital e estou certa que vamos conseguir.”

O projeto vai prolongar-se ainda por mais dois anos, ainda assim, tal como refere Carmen Carvalheira “não sinto o término do projeto porque ele está constantemente a gerar novas ideias”.

A situação da Guerra entre a Rússia e a Ucrânia consta do projeto, todos os países que nele participam foram unânimes em reforçar o apoio à Ucrânia. Questionada se desta cimeira saiu alguma ideia de um apoio que possa vir a concretizar-se em termos diferentes, Carmen Carvalheira sublinhou “tudo aquilo que seja decisões sobre a Ucrânia, é tudo muito prematuro mas sai daqui a união e a certeza de que estamos unidos.”

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31